Jesus sabia de antemão a respeito da decisão que Judas tomaria, de acordo com seu livre-arbítrio, de traí-Lo. Esse é um dos exemplos bíblicos que mostram que o fato de Deus conhecer antecipadamente nossas livres escolhas não infringe, de maneira alguma, a liberdade de escolher. Ele conhecia não só a traição de Judas, mas também sabia que Pedro, apesar de toda a sua ostentação de coragem, fugiria no momento crucial e depois O negaria.

7. Leia Mateus 26:51-75. Por que Pedro negou Jesus?

Muitas vezes temos a ideia de que Pedro negou Jesus simplesmente porque estava com medo. Mas foi Pedro (de acordo com João 18:10) que teve a coragem de puxar a espada contra soldados romanos! Ele estava disposto a sair num arroubo de glória, até que Jesus o deteve.

Então, o que mudou em Pedro daquele momento em que ele estava brandindo a espada para aquele momento em que ele estava negando Jesus pouco tempo depois? Por que ele disse que não era discípulo? Por que Pedro disse: “Não conheço tal Homem” (Mt 26:72)?

Talvez porque Pedro tivesse percebido que não conhecia o Homem, não sabia para que Ele tinha vindo e não sabia o que Sua prisão significava. Portanto, num momento de pânico, negou que O conhecia. Talvez Pedro tenha negado Jesus porque percebeu que não entendia o que Jesus estava fazendo. Ele desistiu quando viu o que pensou ser uma desistência da parte de Jesus. Pedro ainda estava colocando demasiada fé em seu próprio entendimento em vez de colocar sua fé totalmente em Jesus, apesar de todos os sinais que ele havia visto e de sua ousada confissão de fé em Jesus como o Cristo (Mt 16:16). A negação de Pedro deve nos fazer ver que nem todos os milagres e sinais do mundo nos manterão fiéis a Deus enquanto nosso coração não for plenamente entregue a Ele.

Comentários